domingo, 24 de maio de 2020

ORGANIZAÇÃO DOS MATERIAIS DE BORDADO

Oi gente!
como vocês sabem eu dou aulas de bordado e gosto de preparar os kit's para as alunas.
Há algum tempo eu tive vontade compartilhar com vocês essa minha ideia de organização, mas dava preguiça de escrever muito para explicar.
Então, resolvi ativar o meu canal do YouTube  PeB - Pinto e Bordo para mostrar essa dica. 
Este é o primeiro vídeo "oficial", o canal já existia, mas eu não usava muito. 
Agora veio a oportunidade!

Espero que gostem!
Eu gostei e outros vídeos virão, então, assiste o vídeo e se inscreve no canal!    

sexta-feira, 27 de março de 2020

Risco Gratuito e OUTRAS 12 IDEIAS PARA FAZER EM CASA


1- Relaxe, descanse sem culpa. O fato de você estar em sua casa não deve ser motivo pra você ficar chateada por quem precisa sair. O fato de você estar em casa não torna você uma pessoa menos importante. O fato de estarmos em isolamento social significa que nos importamos uns com os outros e conosco também. Seja grata por poder ser e estar aonde você está! (sabemos que muitas famílias passam dificuldades e pessoas não tem água, e outros nem casa, no momento podemos mandar boas energias).

E, para te ajudar a relaxar, disponibilizo para baixar gratuitamente mais um projeto de bordado. Esta bandeirola da PAZ, tão significativa neste momento.    CLIQUE AQUI PARA BAIXAR

Foto: Pinto e Bordo

2- Aproveite para desapegar de roupas, calçados, livros e objetos. Revise também os utensílios de cozinha.*

3- Reforme uma roupa, costura à mão (você tem tempo). Reaproveite, Reutilize, Transforme. Faça daquela calça velha ou que não te serve mais em bermuda ou outra coisa: um porta trecos, avental, saia, etc. Você também customizar uma roupa. Coloque uma renda, tire um bolso, borde no bolso, na gola, no punho.

4- Decore a casa pra você! Customize um objeto de decoração. Decore um vidro com fios. Pinte um vaso, coloque uma planta. Veja essas ideias que eu fiz!




5- Troque um quadro de lugar. Mude os móveis da sala. Coloque um tapete!

6- Revise maquiagens, esmaltes e remédios, eles podem estar vencidos. Sim, esmaltes tem validade!*

7- Repense hábitos. Tinha tanta coisa que a gente pensava que poderia viver sem, não é mesmo?! E hoje vemos que não são tão essenciais assim, e ainda podem ter efeitos ambientais não legais. E outras coisas que vamos ver que não podemos ficar sem e vamos dar muuuuuito mais valor.  Uma delas acredito que seja a presença presente, olho no olho.

8- Seja criativo e econômico na cozinha. Bole refeições mais equilibradas, sem exageros, combinando classes de alimentos (carboidratos, proteínas, verduras e legumes). Cozinhe para alguns dias e vá apenas dando aquele toque diário, é prático e econômico. Ahhh, e fica tão gostoso quanto!

9- Tente ajudar a economia do pequeno empreendedor do seu bairro. Assim que pudermos voltar a circular normalmente leve aqueles livros que você separou e doe pro sebo. Tem vasinhos sobrando leve na floricultura. Separou as roupas doe para um brechó. Isso ajuda muito!**

10- Faça algo (um desenho, uma mandala, um desenho, um texto, uma foto, um livro) para que depois você possa olhar e dizer "Eu passei por isso!"

11-Telefone, faça vídeo chamadas para seus amigos e familiares. Conversem, riam, falem do seu dia a dia, façam planos!

12- Vire uma bordadeira ou um bordadeiro! Acho que eu já disse isso antes! kkkk mas não custa reforçar, é tão bom! É um tipo de meditação, de entrar em fluxo, de relaxar, de diminuir a ansiedade, do tempo passar gostoso! Faz um cházinho, um cafézinho ou uma pipoquinha, por exemplo e relaxe! deixe as ideias fluírem e as cores te contagiarem.


*tudo que você tirar para descartar deixe embalado aí num cantinho, pois o serviço de coleta de recicláveis está comprometido.

**tudo que você tirar para doar deixe embalado aí num cantinho, pois  não podemos sair para entregar.


quarta-feira, 18 de março de 2020

LETRAS BORDADAS

Se tinha uma coisa que eu queria bordar era frase de músicas.
E agora que tive que fazer repouso para o pé fui me dedicar!
Usei fontes de computador pra bolar o quadro, depois imprimir e passei com papel carbono para o tecido.

O passo a passo certinho está AQUI!
E todos estes quadros estão à venda. Entre em contato por e-mail: design.roberta@gmail.com






terça-feira, 17 de março de 2020

O QUE FAZER EM CASA NA QUARENTENA


Essas são algumas ideias que eu organizei para que a gente não surte e não entre em paranoia em tempos de quarentena de COVID-19.  Isso não quer dizer que não estamos preocupados, pelo contrário, estamos tentando manter a serenidade e nessa listinhas de sugestões tem coisas que podemos fazer para que fiquemos bem podermos ajudar a quem precisar.  

ITEM ZERO: FICAR EM CASA. Não é férias pra ficar passeando por aí... saídas muito necessárias, ok?


1- Cuidar das plantas. Olha com carinhos para as suas verdinhas. De repente trocar de vaso, de lugar, afofar a terra, colocar adubo caseiro, conversar com ela... ou quem sabe só olhar por algum tempo e perceber detalhes. 
2- Fazer um bolo. Não sabe? nem eu... invente, adapte, faça com os ingredientes que tem em casa.
3- Cuide um pouco de você. Fazer as unhas, hidrate o cabelo, tome um banho gostoso.
4- Ler livros, revistas, artigos virtuais de outros temas que não seja da atual pandemia,claro, porque a ideia é desopilar!
5- Ver filmes. Se não tem NETFLIX, programe-se para os da TV aberta, e algumas TV's por assinatura estão om os canais abertos!
6- Ouvir músicas. Ligue o rádio (eu gosto da rádio UDESC 100.1), ouça no computador, reative a vitrola e coloca o vinil pra rodar! Amo!
7- Cantar e dançar. Ótimos exercícios físicos e produzem endorfina, hormônios que trazem a sensação de bem estar, que é o que queremos neste momento.
8- Organizar armários. Da gaveta de utensílios da cozinha tire o que você não usa. Tire os remédios vencidos da farmacinha. Roupas que não te servem mais. 
9- Ascenda um insenço, umas velas. Relaxe um pouco.
10- Ver fotos antigas. 
11- Contar histórias. Se está sozinho em casa escreva histórias.
12- Desenhar. Aprimore aquele boneco palito, tire o lápis de cor da gaveta. Também vale caneta e papel de pão.
13- Se puder, ajude alguém! Pode ser alguém que não pode sair, ou uma mensagem de carinho e conforto. Muitas pessoas estão se sentindo sozinhas.
14- Medite. Reza. Ore. Por si, por nós, por todos. Se for a primeira vez, não se preocupe siga sua intuição e faça como achar que deve ser.
15- Fazer faxine. Coloque uma música e faça com vontade, você tem uma casa pra limpar. E lembre-se do ditado: "Quanto mais alta a música, melhor fica a faxina" 
15- NÃO compartilhe mensagens sobre o COVID-19 em todos os grupos de WhatsApp que tem no seu celular. Sabemos da importância das informações, mas pense que as pessoas se informam por vários meios de comunicação com fontes verídicas. Você também pode estar compartilhando uma fake news e ainda importunando quem precisa descansar a cabeça de vibe, ou vai em busca de mensagens relativas ao grupo, como por exemplo de bordados! ;)  
16- VIRE BORDADEIRA. Faça ou aprenda algum artesanato. Poque daí seu universo de possibilidades de coisas pra fazer se multiplica e nem em umas 3 vidas você vai dar contar pra fazer tantas coisas legais! E você vai ter que ler este outro post AQUI!

COISAS PARA FAZER EM CASA NA QUARENTENA - versão para bordadeiras

Essas são algumas ideias que eu organizei para que a gente não surte e não entre em paranoia em tempos de quarentena de COVID-19.  Isso não quer dizer que não estamos preocupados, pelo contrário, estamos tentando manter a serenidade e nessa listinhas de sugestões tem coisas que podemos fazer para que fiquemos bem podermos ajudar a quem precisar.  



ITEM ZERO: FICAR EM CASA. Não é férias pra ficar passeando por aí... saídas muito necessárias, ok?



1- Ler livros relacionados aos bordados. Os sebos são ótimas opções. E você pode comprar sem sair de casa. Experimentei comprar pela Estante Virtual e foi tudo certo!


2- Organizar as linhas, a caixa. Aproveite para enrolar as linhas nas plaquinhas e colocar os números das cores. Ah, faltou plaquinhas? faça de papelão mesmo, ou outro material. Seja criativo, aproveite esta oportunidade!

3- Terminar algum projeto que tá (en)rolando faz tempo. Assim, desocupa espaço no armário, faz a energia circular e ainda fica com mais uma peça pronta!

4- Começar aquela ideia que não sai da sua cabeça. 
Mas, se não for possível ao menos tentar estou disponibilizando gratuitamente (AQUI!)  pra baixar e bordar o desenho deste bordado, além do risco vai também um manual de pontos e sugestão de cores! 
Risco da Pinto e Bordo para baixar e bordar

5- Bordar um presente de agradecimento pra alguém (sempre é tempo!). Ou então, um bordado para dar a alguém que você queira bem!

6- Experimentar fazer o seu próprio risco ou desenho para bordar. Pensa que incrível bordar algo totalmente seu!

7- Aprender 3 novos pontos de bordado. Isso aumenta o seu repertório e estimula a atividade cerebral. Depois me conta quais foram, ok?


8- Aprender, quem sabe, uma técnica nova? Aquarela no tecido pra depois bordar, bordar em papel, bordar pedrarias, tricô, crochê.


9- Se arriscar a bordar uma roupa? Já deixo a dica de pagar uma roupa bacana logo de cara porque você vai amar fazer!


10- Seguir Pinto e Bordo no Instagram  e  no Facebook!

sexta-feira, 13 de março de 2020

BORDADO EM TECIDO ESCURO

Esse foi o resultado do Bordado em Tecido Escuro do post anterior com as #dicas e passo a passo.

FINALIZAÇÃO
Finalizei colocando o tecido no bastidor de 20 cm de diâmetro. Puxei bem o tecido pra ficar esticado e colei com cola universal. A melhor colar universal que usei até hoje foi da marca círculo. Para ver o tutorial de acabamento do tecido no bastidor CLIQUE AQUI!

Para baixar este projeto clique: AQUI!

Para ver o tutorial completo do Bordado em Tecido Escuro cliqueAQUI!

Foto: Pinto e Bordo

Foto: Pinto e Bordo

Foto: Pinto e Bordo

terça-feira, 10 de março de 2020

DICAS PARA BORDAR TECIDO ESCURO

Oi gentes!

Depois de muito bordar em tecidos como èthaminé, algodão cru e linho clarinhos fui me aventurar no tecido escuro com mais propriedade! 


Já era uma vontade antiga, mas sempre tinha outras encomendas e convites para  exposições, presentes ... Quando resolvi dizer "não" para tudo isso sobrou tempo para fazer as coisas que eu tinha vontade e ideias próprias. Em resumo, deixei de receber demandas dadas por outras pessoas para por em prática as minhas ideias (minhas próprias demandas) e a cada pequeno projetinho rápido (de ideia, de decoração da minha morada, de reaproveitamento, etc.) era uma alegria imensa!

Essa também era uma #dica ou reflexão que gostaria de fazer aproveitando o contexto!

Agora vamos ao que viemos!

Planejamento do PROJETO.
A ideia era de fazer um quandro com moldura de bastidor só com texto, letras grandes. Nada desenhos ou detalhes.

A escolha do TECIDO.
Eu escolhi bordar no BRIN azul marinho e não no TRICOLINE porque o brin é mais grossinho e mais estruturado para aguentar a linha que eu pretendia usar. O Tricoline é mais fino e molinho, pede linhas mais finas e delicadas, o que não caberia neste caso, pois o bordado é uma frase com letras grandes e o próprio peso da linha vai interferir no resultado.

RISCO ou DESENHO
Escrevi a frase de samba que eu queria bordar no computador e depois imprimi. Usei dois tipos de letras, cores e tamanhos diferentes para destacar uma palavra.

Método de TRANSFERÊNCIA do desenho / risco.
O tecido escuro é difícil usar a mesa de luz (a não ser que a trama seja mais aberta, que não é este caso). É mais comum quando temos as canetas apagáveis (calor, água ou tempo) que ela seja para tecidos claros (geralmente algodão cru) e ter várias cores acaba sendo caro. Então, o método escolhido e com o melhor custo benefício acabou sendo o bom e velho PAPEL CARBONO! Eu tenho o preto, branco, amarelo e vermelho! Não precisa de tantos, comprei por curiosidade! Nunca precisei usar o vermelho e nunca usei o branco... Uma folha dura muito e pode usar muitas vezes  a mesma parte da folha. Aqui estou usando metade de uma folha A4 (essas comum de impressora de casa). Mas aí você deve estar pensando: "carbono mancha tudo..."  e eu digo que mancha mesmo, mas essa #dica diminui muito o risco de manchar ou até nem mancha. Preste atenção na foto 1, eu prendo os alfinetes no tecido e no desenho, o papel carbono amarelo não está preso (ele não precisa estar preso, o importante é o tecido e o desenho ficarem fixos). Entre o desenho e o tecido vou colocando o papel carbono com cuidado. Na foto 2 o carbono já está embaixo da área do desenho e ainda sobra espaço para apoiar as mãos fora da área do carbono.
Com um lápis risco por cima do desenho com um pouco de força, pois o amarelo fica clarinho, todo o desenho. De vez em quando levanto o papel para ver como está ficando o carbono amarelo no tecido até completar tudo que é preciso bordar.  Mas nem tudo sai conforme a teoria... rsrrs  Reparem nas fotos 3 e 4 que tem uma palavra de cor diferente, pois esqueci de passar por cima e de conferir antes de tirar os alfinetes. Lembrei de um vídeo que vi há muito tempo onde uma pessoa desenhava com aquelas canetas de gel com brilho direto no tecido à mão livre. Essa é mais uma #dica ! Perceba na foto 4 que completei a palavra que faltava desenhando direto no tecido, super funciona!

A AGULHA usada.
Sabemos que a agulha é determinada pela combinação desses 3 elementos: tecido-linha-agulha. Como eu queria usar linha de novelinho/rolinho no mínimo teria que ser uma que passasse linha sem sofrer e nem fosse muito grande que faria um buraco no tecido, então escolhi a agulha 7 com ponta.

A LINHA.
Decidi já desde a escolha do tecido que usaria de novelinho/rolinho. Acho que pra esse trabalho que não é tão delicado, que não tem detalhes, que não preciso diferenciar espessuras e volumes seria o ideal. Além de render mais nos dois sentidos! Rende mais a produção do bordado e rende mais financeiramente.

Escolha das CORES.
É um jeito diferente de usar as linhas do que estava habituada com o tecido claro. E, também, uma oportunidade de usar cores diferentes! As cores clarinhas aparecem mais, porém ficam todas muito parecidas. Por exemplo, o verde e o salmão clarinho ficaram muito parecidos um com o outro e os dois parecem brancos. No entanto, se reparar na foto 5, as cores mais "alegres" parecem vibrantes, mais vivas do que a gente estava acostumada a ver! Aqui usei uma tríade com o mesmo grau de saturação.

foto 1 da Pinto e Bordo

foto 2 da Pinto e Bordo

foto 3 da Pinto e Bordo

foto 4 da Pinto e Bordo

foto 5 da Pinto e Bordo

PONTOS UTILIZADOS
Usei 2 tipos de fontes e, por isso, resolvi usar 2 tipos de pontos. As letras menores são da fonte Lucida Handwriting Bordei com ponto atrás e em cada linha de texto usei cores diferentes. As letras grandes são da fonte Bauhaus 93, que tem uma área bem grande e para fazer o preenchimento bordei com ponto areia, como é possível conferir bem de pertinho na foto 6.

FINALIZAÇÃO
Finalizei colocando o tecido no bastidor de 20 cm de diâmetro, olha na foto 7! Puxei bem o tecido pra ficar esticado e colei com cola universal. A melhor colar universal que usei até hoje foi da marca círculo.


foto 6 da Pinto e Bordo

foto 7 da Pinto e Bordo

terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

MEU CORAÇÃO NÃO SEI PORQUÊ BATE FELIZZZZZ

Eu sei sim!!!!!
Eu bate feliz quando faz um bordado lindo desse!
Esse é o coração do Pão-por-Deus. De tradição açoriana, também era feito em papel, para pedir ou agradecer alguém.
Eu fiz em tecido bordado com linha de meada, inclusive o verso, e apliquei umas florzinhas de feltro com miolo de micro botão. Coloquei enchimento de fibra e pinguei essência de sândalo.
Fez parte do último projeto de um curso que  participei em que trocamos como presente de amigo secreto.
Bacana, não é mesmo?!





quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

TERMINEI!!!!!

Finalmente com muito carinho posso dizer que este trabalho que comecei em 2016 está pronto!
.
Foi iniciado em uma Oficina de Bordado Livre do grupo @matizes.dumont com o tema Meninos e meninas que cuidam do planeta e ministrado por @dumontluana ,@martha.dumont e Luiza Dumont, na Lagoa da Conceição, em Florianópolis, 2016